Karena Karras




Sagração na Primavera

Celebração


Celebra, coração!

O estado de graça vivido

ontem, hoje, para sempre,

Em explícito milagre.

Som tangido, fluido, claro, serelepe, toca o céu,

Em presença fala, canta, dança em luz, gesto, compasso,

Conexão/infinito, salta o tempo, eternidade,

Em pura contemplação, êxtase, ELEVAÇÃO!



Celebra,coração!

Genial... Imortal...ARTE pura inspiração, criação,

Em tempos contemporâneos, homem instante, devorado,

Tempo/espaço desumano, Cronos sofre, não tem tempo,

De plantar, de cuidar, de esperar para crescer, colhe sem desenvolver.

Em delírios especula, perde a paz, o coração,

Nada ouve em seu silêncio, grita em dor, sua aflição,

O amor se liquefaz, escorre domesticado, em rota de colizão...

E o Criador celebra...



Celebra, coração!

Comunga este momento, do homem em desconstrução.

Criação, tanta leveza, redimensiona e encanta

Emociona em nova língua, universo erudição.

Toca, sente, salta doce, Arte e som,

Muda o mundo, muda a mim, em tons e semitons,

Nos interstícios da luz, encontra REVELAÇÃO.

Saia salvo, salva a vida, a esperança renovada,

Invadida em novo olhar, transcendente, transparente...

Corre atrás da luz do dia, contradição, transgressão.



Celebra, coração!

Me renova, evoca o eterno, sopra aragem/melodia,

Anda, andante, presto, allegro, nota em vida desafia,

Incendeia coração, delicatta sinfonia

Se revela na canção...Celebra, coração!



Gaiô



Um comentário:

ROsalina disse...

se revela coração, na delicadeza da cidagaiO, minha fadamagicadocelindacumpliceamiga!
te lóviu sempre, vice?