Luz Cúrcio



***

Luz Cúrcio


 
Kátia Luz Cúrcio nasceu em Florianópolis, em 1962. Professora e artista plástica, participou de várias exposições coletivas e individuais. A artista reinterpreta cenas sobre telas e painéis e dá origem a novos universos. Ela faz uma sobreposição do bilro aplicado em uma base artística já existente e ambos se completam, trazendo assim uma visão conceitual propriamente sua.

http://pt-br.facebook.com/people/Luz-Curcio/100000036822878
Contato:

 

 

 

 

 


A flor perfeita


A flor perfeita
tem pétalas oferecidas
perfume singular
néctar a lhe sobrar.


É toda misteriosa
doce e carnívora
má e benigna.


Vinda de uma planta
atraente, vigorosa
inteira formosa.


Plantada no amor
da vida incontida
fazendo-se florida
dia sim, dia não
em qualquer estação...


O. Heinze


Luz Cúrcio





 

 

 



Se


Se as flores
me emprestassem perfume
as mariposas
o encantamento na luz
o vento
a direção natural
eu encontraria tua magia
mas e para entrar nela?
Como abrir uma tua janela?
Como ter o poder
de colocar a tua
e a minha poesia
numa única poção?
Fazer meu coração teu
e meu teu coração?
Se um anjo me soprasse
eu saberia
se um rio me cantasse
eu saberia
se teus olhos me guardassem
eu saberia...
No próximo sol
nasça também em mim...
Na próxima lua
durma também em mim...
No próximo sonho, sonhe!
Se sonhares comigo
não me acorde
deixa eu ficar...
e nem feches mais
tua janela de amar...

 

O. Heinze


Luz Cúrcio



 

 


Meu coração... não sei porque...



Meu coração de amor
já sonhou muito sonho
do mais puro colorido
mas que com o tempo
em não realizando
perdeu o sentido, o vivo
até descolorir sem dó
chegando no preto e branco
no cinza pretérito
e desencantando, morrer...



Assim, igual colibri
que precisa se colorir
da magia das flores
para se abastecer de vida
também eu busco uma flor
que me faça voar alto
dentro de um sonho de cores
essas cores impossíveis aos olhos
e tão sublimes no coração...



O.Heinze


Nasci 17 de Abril de 1959 na cidade de Jacareí, interior de São Paulo. Sou conseqüentemente do signo de Áries no zodíaco e Javali no chinês.
Artista plástico, músico, compositor, escritor, marceneiro e ambientalista.
sou alguém que o tempo todo está inspirado, com imagens fantásticas na mente, de cores e formas irretratáveis até então.
através da arte tento exteriorizar os meus sentimentos, mas acabo muitas vezes me decepcionando, pois tenho um auto senso critico muito forte!
A arte é para mim uma religião, o que me enleva até deus, e o que me anima para a vida!
sem dúvida, a arte é uma essência divina...
busco o auto conhecimento,e acredito sermos seres especialíssimos, mas que ainda não despertamos para a iluminação e a sublimação pelo muito que temos que experimentar na eternidade.

Lancei um livro com poemas e pinturas de minha autoria em 2007 com o nome "CORPO&ALMA" poesias. Minha religião é o BEM...


Luz Cúrcio



  

 


Palhaços do asfalto


Palhaços sem circo
tomam as avenidas
com roupas coloridas
combinando com semáforos
guloseimas à mão
sorrisos de montão
e nós, a platéia
(toda séria)
em nossos acentos
movidos a motor
temos segundos de paz
lembrando lá atrás
um tempo de amor
de brincadeiras
de palhaçadas
pequenas besteiras
e tantas risadas...
O sinal abre
a frota parte
para onde
ninguém sabe...


O.Heinze


Luz Cúrcio



 

 



Carta aos terráqueos


Até quando vocês
vão se esconder
atrás de altos muros;
insulfilmes escuros;
máscaras sem furos;
óculos escuros;
egos inseguros;
preconceitos duros
passados obscuros;
vícios burros;
60 X com juros;
por causa de uns
lunáticos impuros?



Cordialmente: Mundo Bem



O.Heinze


Luz Cúrcio








Ainda há tempo


É, as pessoas perderam tempo...
Agora correm atrás dele
em volta dos parques
para lá e para cá nas praias
ou no mesmo lugar em esteiras...



Mas o tempo não tem volta
o tempo perdido não se resgata
e a mente que não mede tempo
vai se abastecendo de pensamentos
que em tempo algum materializaram.



Enquanto isso
cada instante não usado no agora
vira nada, tempo vazio
frustração, talvez, em cada estória
pois não passou de vontade...



É, as pessoas perderam tempo...
Agora correm atrás dele...
E para que correm tanto
se nada alcançarão com isso?...



O. Heinze


Luz Cúrcio



 

 

 

 



Feito prece



Num improvisado vaso
de litro de leite
neste dia do acaso
mergulhei flores de enfeite



dessas achadas no mato
para alegrar minha mesa
e me encantar enquanto cato
saudades com leveza



que voam além das telhas
soltas lá no passado
iguais a essas abelhas
procurando bom melado.



Se asas eu tivesse
não quereria ser anjo
voaria feito prece
nesse amor que esbanjo



retornando naquele instante
cheio de vida e amor
e brilhante igual diamante
colheria você mulher flor...



O. Heinze

Luz Cúrcio








Luz Cúrcio



 




Mulher Fada




Vivo procurando tua imagem
a tua verdadeira
pois minha imaginação é nada
tentando te idealizar...

Vou, te busco nas flores
te chamando em eco...
mas não tenho resposta
talvez por não te chamares Fada.

Busco então tua alma
noutra dimensão
e te acho pela energia
te sentindo inteira:

todo perfume
toda cor e lume
todo encantamento
forte envolvimento

mas a forma do corpo
minha visão tenta, tenta
Ah a forma do corpo
segue atrás desta venda...




O.Heinze

Luz Cúrcio




  

 



Minha tristeza é mais triste


Minha tristeza é mais triste
que um sonho que desiste;
que uma roseira sem rosa;
que cor de borboleta idosa
toda largada no chão,
feita assim, chuva sem razão.
Um piado perdido de filhote;
o eco do uivo de coiote.



E não é uma tristeza
de fora para comigo,
e sim, de dentro para contigo,
esse eu fraco lá fora
que poderia tudo na hora,
numa realização de coisas novas
vinda do mundo de gozos e provas.



Mas que continua aqui,
feita fruta madura caqui,
insistindo em ficar... Ficar...
Querendo ser colhida, sem deixar...



O.Heinze

Luz Cúrcio






***

Borboletas e prostitutas


Vivem soltas no parque
borboletas e prostitutas
no eterno embarque
diário de suas labutas...



Vestem-se parecidas
com cores vibrantes
fazendo-se queridas
pelos seus amantes...



Sempre perfumadas
alegres pela vida
borboletas na florada
prostitutas na avenida...



Ambas são caçadas
por seres solitários
homens nas calçadas
e meninos visionários...



Borboletas e prostitutas
consolam os tristonhos
umas vendendo frutas
outras compondo sonhos...