Ekaterina Abramova

 
 
Ekaterina Abramova é uma artista de estilo moderno, que pratica pintura e artes gráficas em técnica mista, utilizando diferentes materiais, como óleo e aquarela. Nasceu em Hotkovo of Sergiev-Posad, distrito de Moscou, em 1979.
Seus primeiros objetivos em composição e artes foram fixados por seu pai, Alexander Abramov, artista e escultor em madeira. Ekaterina já participou de diversas exposições.
Sus obras estão em coleções particulares na Rússia, Alemanha, Finlândia, Reino Unido.

Contato:

Tel.: (254) 317-19
       (812) 323-2030
       8-903-576-1352
       8-921-751-3668

E-mail:
art@podlipki.ru

  

  

  

 

 

  


Homenagem a Cesário Verde


Aos pés do burro que olhava para o mar
depois do bolo-rei comeram-se sardinhas
com as sardinhas um pouco de goiabada
e depois do pudim, para um último cigarro
um feijão branco em sangue e rolas cozidas


Pouco depois cada qual procurou
com cada um o poente que convinha.
Chegou a noite e foram todos para casa ler Cesário Verde
que ainda há passeios ainda há poetas cá no país!



MARIO CESARINY



8 comentários:

Myriam Valentina disse...

Realmente me surpreendo e me encanto quando passeio por aqui. Tudo lindo e de bom gosto..beijos

Alminha Iluminada disse...

Esta postagem é nota 1000!!!

Anônimo disse...

QUe lindo!!! Adorei o bom gosto e elegância, beijos, Gilda.

docerachel disse...

Esbarrando por encantos nas esqinas do mundo!

Angélica Donato Almeida disse...

"A arte alimenta-se de ingenuidades, de imaginações infantis que ultrapassam os limites do conhecimento; é ai que se encontra o seu reino. Toda a ciência do mundo não seria capaz de penetrá-lo."
(Loinello Venturi)

Seu blog é um mundo de emoções por tanta beleza.
Parabéns!
Angélica

EDUARDO POISL disse...

Estou feliz por ter completando as MIL postagem no blogger UMA PAGINA PARA DOIS.
Vim agradecer por você fazer parte dele com o seu carinho.

Abraços, te desejo uma linda semana

Gracielle Fantoni disse...

Em cada canto deste blog, descubro coisas inusitadas e descubro em mim sentimentos antes nunca sentido ou percebido. Estou a horas aqui página a página e uma sensação de suavidade, ternura e até uma certa ingenuidade invade minha alme e surge uma esperança como um fio de luz que cintila no ar e vai até o além onde minha vista já não consegue enxergar. Coisas boas do sentir e daqui já não quero sair.
Imagino você Fada, alma boa transparente como uma Fada Madrinha que trouxe até mim algo intrínsico que tantoa ansiava.
Amo-te!

Kuka Novaes disse...

Fiquei encantado com a poesia, com a arte, com o tom melódico e saudoso da música e com sua vivacidade para trabalhar com o belo de forma incansável, plena e cheia de luz. Louvores a você.
Também, estou amando o Blog Amor em Vermelho, que é sensacional e diariamente entro nos dois e amo. Abraços fortes.