Fase Livro by Sergio Niculitcheff

Sergio Niculitcheff nasceu em 18 de fevereiro de 1960 em São Paulo, onde vive e trabalha com pintura.

Graduado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo, em 1978. Concluiu mestrado na Universidade Estadual Paulista. Em 2003. Cursou doutorado no Instituto de Artes da UNICAMP.

Sua primeira exposição individual aconteceu no Museu Guido Viaro, em Curitiba, Brasil, em 1985.

Expôs seus trabalhos também em galerias de São Paulo e Belém do Pará, no Museu de Arte Contemporânea de Campinas, na Galeria Ruta Correa, em Friburg, na Alemanha, e no Paço das Artes, em São Paulo, Brasil.

. Entre 1981 e 1982, viaja para a Europa, principalmente França e Espanha,

participa de exposições e mantém contato com Leonilson (1957 - 1993) e Luiz Zerbini

(1959). Em Paris, é auxiliar do artista Piza (1928), na Galeria Bellechase. Posteriormente,

em São Paulo, leciona na Faculdade de Artes Alcântara Machado.

“(...) As pinturas de Niculitcheff

trabalham quase sempre com imagens-símbolos entendidas como blocos puros de sentido.

Como se o artista em suas telas estivesse fazendo o reconhecimento dos símbolos mais

persistentes na história do homem desde o passado até o presente, reinterpretando-os e

lançando-os ao devir dessa mesma história.”

(Tadeu Chiarelli)

nico@netpoint.com.br

Rua Helvetia 579 AP 64 Campos Elíseos - São Paulo SP CEP 01215 - 010 fone 3223- 8199








Rastros e Sinais



(somos presente
reminiscente
de quantas histórias
pessoais e colectivas?)



Leituras nas dobras do mundo.



De tudo que me é escolhido
por obra de estranho destino
resta-me persistir em palavras
no escuro.



Meus pertences,
que me são?
Tudo que tenho é continuar ...
decifrando,devorando
códigos, rastros e sinais.



oh deus! já te leio tanto,
o quê, quem,
(e se te existes?)
para quê?




De que me resta, então,
descabida procura?
Não encontro mais letras
tampouco versos
que combinem
apenas,
um insano desejo de continuar.




E renasço a cada dia
morta-viva,
meus interlocutores
ao longo da vida,
não me privam
jamais
de sustento, cimento
e de chão construído



( sedimentos guardados em argamassas de nós)



ler é flanar,
captar
em fôrma estranha,
sonhos reais...



(continuo a existir
sem o saber
nas páginas que não li...



De quantas vidas e histórias
me fizeram humana?)



Ana Paula Perissé*




“Meu primeiro contato com a obra de Sergio foi, naturalmente através da Fada, com as imagens de Santa Sabedoria e Santo Conhecimento. Confesso que fiquei impactada e mobilizada por elas.

Tenho especial carinho por Alfredo Manguel, que foi secretario do maravilhoso Borges, e publica livros deliciosos a respeito deste tema. Quando conheci as obras do Sergio( não arrisco seu sobrenome rsrsrs) estava lendo o Manguel...

Vou achar maravilhoso tentar me inspirar por estes caras e escrevinhar umas linhas que sairão do coração e da própria forma como me organizo como ser humano ... vai chegar uma hora que serei expulsa de minha casa pelas pilhas de livros que já não tem mais espaço nas estantes, e a angústia de não ter conseguido ler tudo que me propus, vivo assim.”

Ana Paula Perissé



17 comentários:

Alfredo Albino - M.G. disse...

Grande poetiza que sabe escrever, e é uma mulher linda que encantou meus olhos. Esta página está do além. Muito mágico estes livros e a mensagem passada pelo Sergio Niculitheff. Só tenho que parabenizar a união de Ana Paula, Sergio e Fada.
Um trio que ultrapassou as fronteiras.
Alfredo.

Nicolas disse...

Imagens que falam por sí só nesta grande arte de Niculitcheff,com a suavidade e inteligencia da poesia de Ana Paula Perissé, num trabalho que marca e eterniza neste mundo virtual. Uma suave linguagem com forte conteúdo. O que dizer?

Arlete Felfeli disse...

Minha querida Fada!
Que felicidade poder entrar neste espaço e ver as obras do Sérgio! Que Felicidade poder ler poesias de grandes escritores como a Ana Perissé. Que Maravilha, ver Grandes poetas desfilando harmoniosamente entre as telas! Grandes como o Roberto, como o Oswaldo Begiato entre os outros, igualmente maravilhosos!
Saber que aqui podemos ver uma OBRA incrível e junto à poesia completar a nossa Alma com tudo de bom que os DONS desenvolvidos podem nos oferecer, a pura emoção, faz deste BLOG um lugar muito ESPECIAL!
Parabéns, minha querida FADA!
Que sensibilidade a sua!
Fico emocionada a cada homenagem feita , tão bem feita, tão bem elaborada, que só uma pessoa que conhece os dois lados(Arte&Poesia) pode unir harmoniosamente!
Parabéns à todos os POETAS!!!
Parabéns ao Sérgio e todas as suas Magníficas OBRAS!
E finalmente... Parabéns à você, FADA do Mar Suave! Você é uma das maiores Artistas que já vi!
Beijos!!!
Arlete Felfeli

Maria Augusta Riceli disse...

Grande poesia e grande arte. Magistral!

Ricardo Bento disse...

Genial estes livros, coisas de pintores genios e genial estes poetas. Parabéns a esta composição antológica.
Ricardo

Bruno Rocha Ribeiro disse...

Mágico, fantástico, divino e explendoroso trabalho de artes e poesia. Grande artista Sergio Niculicheff e grande poeta Ana Paula Perissé. Esta página ficará gravada na memória que quem passou por aqui.

Bruno Rocha Ribeiro.

Tainá Silva Oliveira disse...

Admirável, belo e de muito bom gosto.
Parabéns ao Sergio Niculitcheff e Ana Paula Perissé.

Graziella Tozi Vila disse...

Parabéns a este mestre da pintura, que tanto emociona com sua arte. A cada trabalho de S. Niculitcheff o mundo fica mais rico e belo.
Esta poesia de Ana Paula, entra como melodia em minhas entranhas.

Angélica Jorge Almeira disse...

Poema da mais alta sensibilidade de Ana Paula e a mais encantadora arte contemporânea do país que é o mestre Sergio Niculitcheff.

A dúvida da ovelha disse...

Realmente de grande beleza e perfeição está página. Parabéns!

Gaiô disse...

Querida mentora, Fada do Mar Suave...

...Janelas e portas se abrem às prateleiras aladas, que falam de livros deste artista incrível, trazendo-os provocativamente ao convívio dos poetas, que tão sensível e criativamente prestigia, abrindo alas, sambando poeticamente Caetano, exalando o real e o sonho, em signos que se derramam na reinvenção do trascendente, em novos rumos e linguagem...
O que está nascendo? O saberemos... ou não... a postos o coração...
Decifra-me...sombra e luz...em sabedoria...
rodopia a magia...na mulitdão do mundo...
e arrepia...


Você é incrível! em partilhar seus sonhos! Meu coração se curva ao encantamento deste espaço. Você nos enobrece...
Com todo meu carinho e afeto...

Gaiô

Marina Andrada Mattos disse...

Minha adorada Fada! Você para mim é inspiração, emoção,linda que exala o mais doce aroma de sua alma. transmite as mais belas virtudes, e compartilha conosco esta sabedoria e cultura imensamente rica. Os Livros mais lindos que já vi, do genial artista Sergio Niculitcheff, inspirando poetas da mais alta tirpe como Ana Paula Perissé, Gaiô, Lucio Alves de Barros, Nathan de Castro, Roberto Queiroz embalados na poesia musicada de Caetano Veloso. Não poderia imaginar algo tão divino como este. É você a Fada que conheço, criando, embelezando, sofisticando o mundo com sua poética, com seu jeito de ser neste mundo.
Amo-te!!!

Gertrudes Albino Oliveira disse...

Comentei com algumas pessoas sobre o movimento artístico deste blog. Tem rara beleza, sinceridade, cooerência.
Um show o Livro de Sergio Niculitcheff e um show o Livro de Ana Paula Perissé.
Gertrudes Albino Oliveira

Maria Flor disse...

Maravilhosos, deslumbrantes e divinos!!!

Frederica disse...

Passei para pegar boas energias, cultura e beleza e sei que daqui saio renovada e linda.
Adoráveis poetas, adorável arte! Parabéns!!!

Fernanda Mattos Lara disse...

Conheci e gostei e aqui voltarei. Desejo sucesso a todos os poetas e o artista. Aqui a poesia e arte tem lugar comum, na alma de quem sabe amar.
Parabéns em especial ao Sergio Niculitcheff e a Ana Paula Perissé que balançaram com minhas extruturas. Perfeito!

Fada do Mar Suave disse...

Querida amiga Ana Paula

Sua participação no blog é de extrema importância, pois o objetivo é levar o que há de melhor na poesia, arte e cultura.
Esta página em especial, foi maravilhosa por homenagear o Livro, um velho companheiro de todos. Agradeço por ter aceito este pedido, que não deixa de ser uma provocação, tirando meus amigos poetas de sua concentração diária, para brincarmos um pouco, deixando este espaço mais atraente, instigante e belo. Aguardem, que novas provocações serão feitas e assim estaremos sempre unidos neste ideal que é tão necessário.
A você Ana Paula Perissé, Gaiô, Lúcio Alves de Barros, Nathan de Castro, Roberto Queiroz e a Sergio Niculitcheff o meu mais profundo respeito e admiração pelos trabalhos executados e por fazer o que há de melhor neste mundo.

Com muito carinho da Fada do Mar Suave.