Joop Frohwein






[In: "Mevlana: Gülseni"/ "Mevlana: The Rose Garden".
Ed. Enes Kitap Sarayi. Konya, 1995]

***

23 comentários:

Tânia regina Contreiras disse...

Que belo! Tomada bela beleza...e ainda a música. Agradeço. Muito belo!

Saudações

Nara Liza disse...

Fada

Amo Rumi! Suas palavras lavam a minha alma e me preenche de amor. Estou muito feliz com esta postagem e também com a delicadeza da arte.
Que lindooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Amei de todo o meu coração.
Beijos

Vitória Cecília disse...

Parabéns por este Blogger magnífico que é uma verdadeira obra de arte. Somente pessoas dotada de grande sensibilidade são capazes de criar
um mundo poético cheio de fantasias e criatividade. Esta arte delicada, perfeita de Joop Frohwein combinou com perfeição com a profunda poesia de Rumi. A página tocou meu coração pelos toques de vida, delicadeza e rara beleza. Linda Fada, só podia vir de você. Beijos

A dúvida da ovelha disse...

Fada do Mar
Seu blog é excelente! Sempre com boas e novas surpresas que acrescenta novos conhecimentos. O poeta Rumi é surpreendente por ser do séc. XII e ser tão contemporâneo e falar uma linguagem que todos compreendem, vivenciam e tem como lição. Uma escolha maravilhosa. E a galeria ficou um encanto e uniu perfeitamente com a sutileza de Rumi. A música é fantástica, já conhecia Mario Caroli, que é um bálsamo para a alma.
Parabéns, pelo valioso trabalho.

Lilás disse...

Fadinha
Receba meu abraço carinhoso e venho dizer de minha admiração pelo blog que tanto me emociona e enriquece o meu dia-a-dia.
Adorei a arte de Joop Frohwein que é de uma sutileza, suavidade e ternura que é deliciosa a contemplação. O que dizer do poeta Rumi, que é perfeito e envolvente? Entro de cabeça em seus textos poéticos e saio fortalecida. Parabéns por trazer cultura e sabedoria artística para nós visitantes e seguidores deste espaço azul. Abraços fraternos

Kuka Novaes disse...

Fada do Mar
A riqueza e diversidade deste blog são indiscutíveis. É uma fonte inesgotável de artes e poesias. Esta fusão entre o poeta Jalaluddin Rumi e a arte de Joop Frohwein ficou dos deuses. Quanta lição aprendemos neste espaço e peço a Deus que a ilumine para continuar proporcionando maravilhas a seus visitantes. Parabéns!!!

Alminha Iluminada disse...

Parabéns, Fada do Mar, por mais esta postagem que está linda. Percebo o cuidado e incansável de seu trabalho para termos a felicidade de explorarmos o melhor do mundo artístico. Poesia e artes com perfeição. Amei!!!

Nicolas disse...

Fada do Mar

Este espaço é um dos mais relevantes que conheço no mundo virtual. É um prazer acessar todos os dias e me alimentar deste néctar sagrado.
Causa-me admiração as escolhas dos artistas, a atualização e o conteúdo sempre de primeiríssima qualidade. Hoje o Poeta Rumi trouxe-me forte emoção com suas palavras e a união com esta delicadeza de arte de Joop Frohwein arrebatou-me. Meus sinceros votos de sucesso e saúde para você e continue firme em seu propósito. Abraços cordiais de Nicolau Santana

Rafael sem h disse...

e que na condição de amar,
seja amante incondicional.

Belo texto,
Belo blog.
Deve ser... coisa de fada.
; )

Gleydson Lebon disse...

Fada do Mar Suave
Recebi a atualização do blog e vim de encontro com algo tão valioso e raro. Fico inebriada com as maravilhas de artes e poesias postadas.
Parabéns pela sua dedicação na elaboração deste espaço. Conhecer Joop Frohwein está sendo fenomenal e a galeria ficou magistral. A suavidade dos traços e cores de sua arte é magnífica. O poeta Jalaluddin Rumi, é emocionante por sua grandeza de alma e seus escritos são verdadeiras lições de vida. A sua escolha sempre primorosa deixando o Fada do Mar Suave sofisticado e extremamente prazeroso de estar. Receba meus votos de felicidade e muito sucesso.

Rafael sem h . disse...

e que na condição de amar,
seja amante incondicional.

Belo texto,
Belo blog.
Deve ser... coisa de fada.

Amanda Couto disse...

Obrigado por este lindo blogger. Lembranças Recife.
Amanda

Angélica Donato Almeida disse...

Cara, Fada do Mar Suave
Este blogger é simplesmente fantástico, faz parte do meu dia a dia, costumo indicar aos amigos. Parabéns por trazer a arte de Joop Frohwein, que me agradou muito. Uma arte transcendente e que veio a combinar belamente com a poesia de Rumi.
Ficou superinteressante esta liga e continue assim nos proporcionando cultura artística. Abraços alados.

Gracielle Fantoni disse...

Andei, andei por cada imagem, cada poesia. Estou cá a 5 horas e não tenho mais que apreender, sorver e emocionar. Cada canto um espanto com o belo. Iluminado espaço brilhante de uma fada. Agradeço a oportunidade de adentrar ao lindo mundo da poesia visual e escrita, que você me proporcionou.
Sem mais palavras. Beijos

Anabell Lee disse...

Que lindo!!!! Muito linda este ternurinha de arte de Joop Frohwein, estou aqui num encantamento só. Rumi, Rumi que fala para meu coração. Que coisa! Só pode ser coisa de Fada,né!!! Muita ternura para você.
Anabell

Wado disse...

vc sempre consegue remexer textos extraordinários e os emoldurar com perfeição..
obrigado
parabéns...bjos.w

Alminha Iluminada disse...

Voltei e volto sempre para banhar neste mar encantado e poético da Fada do Mar.
Cada volta uma emoção e percebo detalhes que havia passado em branco, tantos são os detalhes e os dizeres destas obras de artes. Agora vou deleita-me na poesia e colher cada frutinho dela.
Beijos e sairei bem tarde daqui. Até mais com amor

Carlos Eduardo Rango Silva disse...

Encantou-me seu Blogger. Agradeço de coração por nos encantar com tamanha beleza, seja na pintura, na escultura, na música e nas poesias, tão especialmente escolhidas. Um portal para o mundo da poética visual, escrita e sonora. Recomendarei aos amigos e voltarei sempre. Uma noite abençoada e abraços de Carlos Eduardo Rango Silva

Beth Maíra Lira disse...

MARAVILHOSO!!!De uma sensibilidade fora do comum. A arte terna, suave de Joop Frohwein deu o tom com a poética de Rumi e aí tudo brilhou e a vida ficou mais rica e mais bonita.
É um prazer incomensurável visitar este espaço cultural.

Solued Delfino disse...

O poema

Um poema como um gole dágua bebido no escuro.
Como um pobre animal palpitando ferido.
Como pequenina moeda de prata perdida para sempre na floresta noturna.
Um poema sem outra angústia que a sua misteriosa condição de poema.
Triste.
Solitário.
Único.
Ferido de beleza mortal.

Mário Quintana

Amo este mar azul encantado. Beijinhos com amor d Solued

Fernando Vinícius disse...

Deslumbrante!!! Ótima postagem! Excelente arte de Joop Frohwein e excepcional poesia de Rumi.
Viva a poesia! Viva a beleza da Arte!

Fada do Mar Suave disse...

Muito obrigada, por nos encantar com sua presença e com seu carinho dedicado aos artistas postados. Suas mensagens são presentes que emocionam. Voltem sempre que tudo foi feito com amor para você.
Beijos da Fada do Mar Suave.

Tiffany Noélli disse...

A Arte de Joop Frohwein, é madura e com serenidade! Foi o que me transmitiu com as imagens das mulheres, sempre seguras e com um olhar fixo... Como já te falei aqui, o bonito da pintura é que cada pessoa observa de acordo com sua personalidade, é algo muito pessoal. Mais o mais legal nisso tudo, é que os artistas plásticos sempre merecem esse carinho da admiração. Mesmo em um mundo moderno, é muito bonito ainda ver algo assim. Bjs, Fada!