Juan Medina



Juan Medina

Medina é um artista que lida com temas épicos e complexos. Seus admiradores são atingidos pelos extraordinários efeitos tridimensionais que ele alcança em suas pinturas. Juan Medina foi convidado por seis anos seguidos para exibir seus trabalhos na exposição do prestigioso Salão National de Belas Artes, realizada no Louvre e patrocinado a cada ano pelo presidente da França. Em sua primeira apresentação, ganhou Medalha de Prata, concedida pela Sociedade do Mérito e Dedicação da França no campo das artes. Medina é um artista que trabalha em grande escala. Suas pinturas têm sido exibidas no México e Estados Unidos.

Seu uso do óleo é empolgante, na medida em que elementos arquitetônicos parecem se projetar do plano da pintura. Aplicadas em um cenário aparentemente concreto, as figuras parecem ser ao mesmo tempo carne e espírito. Seu imaginário emerge do subconsciente e levanta questões sobre nossa percepção de realidade espacial e cronológica. Figuras aladas sugerem a qualidade de uma existência encontrada em seu espírito artístico, um espírito desejoso de se libertar das preocupações materiais do dia a dia. A figura alada é a personificação do desejo individual para servir como uma necessidade mais profunda e intangível dentro de si próprio, em sua criatividade e imaginação. Em suas pinturas, Medina parte de idéias pré-concebidas e as vira do avesso, assim como Alice através do espelho. Numerosas referências a estilos artísticos e arquitetônicos através da História, em justaposição com modelos contemporâneos levantam questões sobre a relatividade do tempo.









"La vita é bela"


Olho para as flores
e vejo nelas a imensa delicadeza da natureza
Os perfumes, as cores, a textura das pétalas
Encantam quem as toca ou quem simplesmente as vê

Ouço o canto dos pássaros e percebo quão linda é a melodia
Ela faz refletir sobre o quanto a liberdade é importante para eles
Faz pensar no tamanho da alegria por serem livres
Voarem com as próprias asas sem a ajuda de outros

Nessas pequenas coisas percebo a grandeza da vida
Que não se resume somente na observação de pássaros e flores
Mas que abrange esse momento de observar um mundo menos cinza
E agradecer pelo simples e grandioso milagre de estar viva!


Sarah Aline



Sarah Aline

Igarapé/MG - Brasil


VIVO INTENSAMENTE SEM PERMITIR QUE O INTENSO DEIXE SEQUELAS. LUTO POR UM IDEAL, MAS MINHA BATALHA É SEM ARMAS, POIS ESTOU NUMA INTENSA GUERRA DE PENSAMENTOS, ONDE PROCURO FAZER VENCER OS POSITIVOS. SOU PERSISTENTE E POR VEZES SONHADORA, MAS PREFIRO ME ALIMENTAR DE REALIDADE, PARA NÃO AFOGAR EM ILUSÕES QUE IRÃO ME DILACERAR AOS POUCOS. SEI RECONHCER AMIGOS E NÃO SELECIONO PESSOAS, ELAS O FAZEM POR MIM, POIS MINHA SINCERIDADE DEIXA ISSO FÁCIL AOS OUTROS, PORQUE DEFINITIVAMENTE, FICA DO MEU LADO QUEM ME ADMIRA PELO QUE SOU, E NÃO PELO QUE DEMONSTRO SER, PORQUE MEU EXTERIOR É O ESPELHO DO INTERIOR. ENFIM, SINCERA E REPOUSANDO MEU ESPÍRITO EM MINHAS IDIOSSINCRASIAS, PENSO QUE AINDA VIVO POR ACREDITAR QUE MESMO QUANDO A ESSÊNCIA SE ESVAI DEIXA UMA GOTA NO SER.


SARAH ALINE by SARAH ALINE
Simples assim....................... 

3 comentários:

Epitácio Luís Gaia. disse...

Parabéns pelas escolhas dos artista que garantem a qualidade deste Blog.
Continue sempre prezando pelo melhor e seu espaço será sempre o melhor.
Sou frequentador assíduo e orgulhoso.
Abraços de Epitácio Luís Gaia.

Fada do Mar Suave disse...

Sarah Aline foi um imenso prazer postar suas poesias neste espaço. Você trouxe um brilho especial e nos cativou com seus escritos delicados, harmoniosos, fortes, iluminados, etc.. etc.. Continue sempre com esta força e beleza que a vida carece de jovens como você.
A mostra de artes de Juan Medina ficou belíssima e emocionante. Um artista perfeito que nos convida a uma interiorização, à transcendência da existência. Uma arte inspiradora e poética.
Um agradecimento especial para todos que deixaram sua mensagem reverenciando os artistas que participaram desta página.
Voltem Sempre!
Com carinho da Fada do Mar Suave.

Analuka disse...

Querida amiga Fada do Mar! Ando um tanto afastada dos blogs, por isso faz tempo que não pouso por aqui. Porém, sempre que passo e aprecio o que postas, é muito prazeroso! A arte de Juan Medina encanta, tanto aos olhos quanto à alma e à imaginação. Beijinhos e abraços alados, azuis e um ótimo dia!!!