Mary Jane Ansell









Vazio Da Ausência


O espaço vazio que ficou
Com a tua partida
Está aqui em mim

É teu

Não quero preenchê-lo
Te matarias em mim para sempre
Eu me prometi
Que nunca morrerias para mim.


Silvia Costa


2 comentários:

Lilás disse...

Nossa, esta arte tem vida e a poesia tocou fundo!

Fada do Mar Suave disse...

Silvia, amiga querida, como é bom tê-la neste espaço brilhando com suas belíssimas poesias.
A todos os amigos que aqui passaram, o meu agradecimento e o meu desejo de tê-los sempre perto, deixando suas mensagens, para que a cada dia, este espaço fique mais belo e suave.

Com amor da Fada do Mar Suave.