Akira Blount










Faceira


Sou toda perfeita
E nada me enfeita

Sou toda de pluma
E nada me desarruma

Sou toda de flores
E nada me tira as cores

Sou toda obra prima
E nada me rima

Sou toda mulher
E nada me dá mais prazer

Sou toda de um
E nada de nenhum


Bernadette Moscareli

3 comentários:

Alminha Iluminada disse...

Arte tão faceira e bela como a poesia.

Juliana Solto Fazeolli disse...

Fantástico, mágico e transcendente. De mãos juntas caminham estas doces imagens com a suave poesia. No mar da Fada fecunda o amor e a beleza.
Parabéns para a artista, a poeta, a cantora e a Fada.

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço aos amigos que nos visitaram, deixando seus comentários estimulantes. Isso é energia para todos nós, principalmente os poetas e artistas que apresentamos. Voltem sempre, é um prazer enorme encontrá-los a cada postagem.
Com todo o carinho,

Fada do Mar Suave