Pino (Giuseppe Dangelico)


 

 
  
  
  


Tomando Posse.


Conhecer, saber de mim,
desafio de aceitar, servir
o diferente no SER...Estar.
O mundo, eu e você
Tão profundo!
Quantos por quês...
Quantos eus!?

O que faço com o que trago
de genética herdada,
bem e mal, tantos traços,
abençoado outro tanto.
Rastros que me devoram,
acobertam, aprisionam,
sacrossanta liberdade,
que procuro...quero tanto
mesmo em disparidade.
Mesmo escuro, vou à luta!
Mais um passo...
Tomo posse
No que faço...

Gaiô

5 comentários:

Arlete Felfeli disse...

Olá, Fada Do Mar Suave!
Olha só que coisa incrível você fez!!!!
Dois Grandes Artistas numa expressão incrível!!!
Foi uma surpresa ver o Pino postado aqui. Foi um dos primeiros artistas da atualidade que tive conhecimento quando ingressei na Arte.
Ver a Arte do Pino é muito estimulante e uma grande lição de Arte. Trabalhar nus, ou semi-nus, com esta expressão, é próprio de Grandes Artistas, você sente cada uma das mulheres representadas na tela. Vê a emoção fluindo, sabe o que estão pensando, ou será você se colocando no lugar dela?
Conforme vai olhando as lindas telas, também vai lendo as maravilhosas poesias da Gaiô que traz a emoção a flor-da-pele. Grande Poetisa, e então me vejo lendo e ao mesmo tempo subo e desço a barra de rolagem da página e ao ver as incríveis interpretações de Pino, me envolvo na poética da Gaiô.
A Gaiô é uma grande expressão da Arte Literária, uma poetisa que sabe o que faz, ela encontra e mescla palavras com tanta desenvoltura como as pinceladas de cores intensas que se harmonizam nas telas do Pino.
Não tenho mais palavras para expressar a beleza do trabalho de Pino e a emoção da leitura de Gaiô.
Então, só posso pensar em subir a barra de rolagem da página e começar a ver tudo de novo; um descanso para meus olhos e preenchimento de minha Alma.
Obrigada Fada do Mar Suave!
Sem sua sensibilidade, trabalho árduo, profissionalismo sério, talento nato, não teria a emoção de ver e ler as duas Artes que, para serem unidas precisam da sua orientação e delicadeza, sem o qual não funcionaria.
Ahhh.... Esta música ficou perfeita, ela envolve cada tela em cada palavra!!!
O MELHOR BLOG DE ARTE & POESIA, SEM NENHUMA DÚVIDA!!!!!
Parabéns ao Pino, pois suas telas são estudos pra mim !!!!
Parabéns à Gaiô, que me sensibiliza e traz à tona sentimentos que envolvem e me soltam na Arte, na Vida!
Parabéns à Fada do Mar Suave, que nos traz a cada nova edição a Grandeza das Artes Plásticas, Literárias e as Musicais unindo como se fosse uma DANÇA, que é uma outra ARTE!!!
Sucesso a todos vocês!!!
Beijos
Arlete Felfeli

Cida Gaiofatto disse...

...Ode a Pino.Giuseppe Dangélico...
Celebro a Fada do Mar, e à delicadeza de todos os posts que nos acolheram neste belo blog...

Sutil pincelada tece delineado esboço...
Intuem fundo o Belo, desmaiados tons...
em mergulho flui...o mundo,
submerge na ânsia do eterno, se envolver,
enternece incontido desejo de perfeição.
...De SER?

Vem viver! Perca o olhar!
Desfoca o verbo sentir, AMAR!
Vem se emocionar!

Envolve vermelhos, vinho, escarlate,
Branco prata lambuzado se derrama,
se encanta em nuances rosas, bêbados lilazes,
esverdeados de espera, nude, orange,
iluminados, deslumbradas luzes,
dourada pele aflora em desejo...

Contraste sombreado, esconde
azuis-acinzentdos, velam dores?
serenas almas, contidas flores...

Resplandece transcendente qualquer plano,
espaço energia, translúcida poesia.
Só a ARTE, pela criação faz...
E o devir-criança-magia,
no regaço dorme...a paz.

Com todo meu carinho e gratidão...

Gaiô.

Cida Gaiofatto disse...

...Ode a Pino.Giuseppe Dangélico...
Celebro a Fada do Mar, e à delicadeza de todos os posts que nos acolheram neste belo blog...

Sutil pincelada tece delineado esboço...
Intuem fundo o Belo, desmaiados tons...
em mergulho flui...o mundo,
submerge na ânsia do eterno, se envolver,
enternece incontido desejo de perfeição.
...De SER?

Vem viver! Perca o olhar!
Desfoca o verbo sentir, AMAR!
Vem se emocionar!

Envolve vermelhos, vinho, escarlate,
Branco prata lambuzado se derrama,
se encanta em nuances rosas, bêbados lilazes,
esverdeados de espera, nude, orange,
iluminados, deslumbradas luzes,
dourada pele aflora em desejo...

Contraste sombreado, esconde
azuis-acinzentdos, velam dores?
serenas almas, contidas flores...

Resplandece transcendente qualquer plano,
espaço energia, translúcida poesia.
Só a ARTE, pela criação faz...
E o devir-criança-magia,
no regaço dorme...a paz.

Com todo meu carinho e gratidão...

Gaiô.

Anônimo disse...

Parabéns!!!
Perfeito!!!

Fada do Mar Suave disse...

Poeta Gaiô, muito obrigada por sua gentileza, delicadeza em contribuir com o Blog. Sua página ficou realmente belíssima. Suas poesias a todos encantam e emocionam. Para mim, sua presença é sempre um presente valioso.
E, logo faremos uma nova página com você para o deleite de nossos amigos visitantes.
A você, Pino. Giuseppe Dangelico agradeço a oportunidade de tê-lo neste espaço que brilhou com sua arte. Como é linda, não é? Você é um grande artista, reconhecido e amado por todos. Adorei a união de sua arte com a poesia de Gaiô e a música escolhida por ela, deu um toque especial a esta página.
Agora, os visitantes, que prestigiou esta página o meu agradecimento do fundo do coração, pois sua presença é muito importante, para nos estimular a procurar cada vez mais fazer o melhor para quando vocês chegarem, a casa estar linda e especial para vocês.
Com carinho da Fada do Mar Suave.