Pino (Giuseppe Dangelico)

 


 
  
  

Nada Perfeita


Perdido de si, ia o homem
Na imperfeição de ser, se abatia.
Do vulnerável, a cama fazia, em sofrimento que o acolhia.
Inúmeras tramas, anomalias tantas
em dor tecidas, insanas, sem cor, vazias...

Ó jornada que prolonga em desdita a vida!
Tudo pode acontecer!
Se longa, coração de pedra se instala.
Na dor a cautela reserva o direito
de estar fora da arena, se isola sem fala.
Nada perfeita, nada serena...
E se fecha.Se recolhe...cala.

Um útero a abraça, sofre, quase desiste e expulsa.
Medita! Se envolve! Dá de cara com a mudança! Criança!

A verdade a assusta e desinstala.
Cai na graça que de colo a acolhe in,
Se encontra, viaja dentro de si
na bonança, que a rouba do fracasso,
Constrói pontes, que ao amor o leve...
Passo a passo...se conhece...


Gaiô


2 comentários:

Cida Gaiofatto disse...

...Ode a Pino.Giuseppe Dangélico...
Celebro a Fada do Mar, e à delicadeza de todos os posts que nos acolheram neste belo blog...

Sutil pincelada tece delineado esboço...
Intuem fundo o Belo, desmaiados tons...
em mergulho flui...o mundo,
submerge na ânsia do eterno, se envolver,
enternece incontido desejo de perfeição.
...De SER?

Vem viver! Perca o olhar!
Desfoca o verbo sentir, AMAR!
Vem se emocionar!

Envolve vermelhos, vinho, escarlate,
Branco prata lambuzado se derrama,
se encanta em nuances rosas, bêbados lilazes,
esverdeados de espera, nude, orange,
iluminados, deslumbradas luzes,
dourada pele aflora em desejo...

Contraste sombreado, esconde
azuis-acinzentdos, velam dores?
serenas almas, contidas flores...

Resplandece transcendente qualquer plano,
espaço energia, translúcida poesia.
Só a ARTE, pela criação faz...
E o devir-criança-magia,
no regaço dorme...a paz.

Com todo meu carinho e gratidão...

Gaiô.

Fada do Mar Suave disse...

Poeta Gaiô, muito obrigada por sua gentileza, delicadeza em contribuir com o Blog. Sua página ficou realmente belíssima. Suas poesias a todos encantam e emocionam. Para mim, sua presença é sempre um presente valioso.
E, logo faremos uma nova página com você para o deleite de nossos amigos visitantes.
A você, Pino. Giuseppe Dangelico agradeço a oportunidade de tê-lo neste espaço que brilhou com sua arte. Como é linda, não é? Você é um grande artista, reconhecido e amado por todos. Adorei a união de sua arte com a poesia de Gaiô e a música escolhida por ela, deu um toque especial a esta página.
Agora, os visitantes, que prestigiou esta página o meu agradecimento do fundo do coração, pois sua presença é muito importante, para nos estimular a procurar cada vez mais fazer o melhor para quando vocês chegarem, a casa estar linda e especial para vocês.
Com carinho da Fada do Mar Suave.