Renso Castañeda Zevallos







Encontrar-me em ti


Dos seus olhos saem adagas
que violentamente atingem o meu coração.
Perfurado ele geme, sangra e se derrama sobre a alma.

De sua boca sai o mel encontrado em regiões distantes e
             Desconhecidas.
É um mel embriagador,
que acalma nervos e atinge os instintos e sentimentos que há
             tempos desconheço.

Do seu corpo perfeito e singelo sai o perfume da segurança,
o desejo incontrolado e a perfídia de sentimentos descontrolados que
lutam por satisfação.

Finalmente, de sua alma respiro a esperança, a perseverança e a paz.
É nela que vejo sentimentos justos de amor,
compaixão, humildade e verdade.

Alma que desejo ter, beijar e abraçar,
confundir, sacudir e possuir.
De tudo isso, não sei se algo me resta,
A não ser a vontade de encontrar-me em ti.


Lúcio Alves de Barros

Um comentário:

ysoldacabral disse...

Parabéns, amiga querida, por novamente trazer este grande e espetacular, escritor, poeta, professor e meu amigo/padrinho no Recanto das Letras,Lúcio Alves de Barros, para esta sua magnífica "vitrine virtual". Sou "tiete" daqui. Beijosss *** PS. Esqueci de falar nas telas, são extraordináriamente lindas. O "casamento" está perfeito, aliás como tudo que você faz.