Trisha Lambi



 

 

 




Olhei o céu!


Agora, a lua, fugia,
Entre nuvens que tornavam
A inda noite sombria.

Deram-se as bocas num beijo,
Um beijo nervoso e lento...
O homem cede ao desejo
Como a nuvem cede ao vento

Vinha longe a madrugada.

Por fim,
Largando esse corpo
Que adormecera cansado
E que eu beijara, loucamente,
Sem sentir,
Bebia vinho, perdidamente
Bebia vinha..., até cair.


Antônio Botto

Um comentário:

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço a artista Trisha Lambi, que gentilmente autorizou a postagem de sua arte, que a todos encantou. Aos amantes da poesia, da arte, da música que visita e admira este blog o meu carinho e agradecimento. São vocês que me estimulam e desafiam a continuar sonhando com um mundo mais suave, gentil e poético.

Com muito carinho Fada do Mar Suave.