Chris Achilleos






Não, Não?

Não
Venda teu calor
Ao esteta primata
Não
Pense uma idéia
Que não seja tua
Não
Padeça uma dor
Que não seja justa
Não
Chute a vitória
Pr`o olho da rua
Não
Morra por dentro

Pense, pensa, pensai
Não
Como os animais
Da granja orwelliana.

Roberto Queiroz

3 comentários:

Alminha Iluminada disse...

Maravilha de poesias!!! Parabéns Roberto Queiroz!

Arlete Felfeli disse...

Nossa! Olha só que incrível se tornou a palavra "NÃO", a dualidade entre o NÃO-SIM e NÃO-NÃO.
Isto é difícil e ficou muito bem colocado.
Como a poética é perfeita neste contexto.
Esta poesia ficou demais!
Parabéns Roberto!!!
Mais... mais... mais... Vamos ler as maravilhosas e inteligentes poesias com tanta sensibilidade e amor às Artes literárias.
Está uma maravilha esta postagem e composição entre a Poética do Roberto Queiroz e a Arte de Cris.
E isso tudo se deve a nossa querida, Fada do Mar Suave, que trabalha perfeitamente em relação a composição e consegue com critério e bom senso unir as ArtesPlásticas e Literárias com muita propriedade.
Parabéns aos Artistas expósta aqui neste BLOG, Roberto Queiroz e Chris Achilleos !!!!
PARABÉNS À Fada do Mar Suave pela sensibilidade e inteligência nas composições que dançam em perfeita harmonia.
Beijos
Arlete Felfeli

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço ao artista plástico Chris Achilleos, mestre do desenho, das cores e do belo. Sua arte encantou e brilhou neste espaço, e ficará sempre na memória de todos os que aqui passaram.
Ao poeta Roberto Queiroz foi uma alegria postá-lo, pois sua sensibilidade especial despertou admiração e emocionou todos que leram suas poesias
Um agradecimento especial vai para todos aqueles que deixaram sua mensagem pessoal, para o artista e o poeta, enriquecendo este espaço que foi feito com carinho para você.
Abraços de Fada do Mar Suave.