Chris Achilleos





SILÊNCIO


Na madrugada,
                              velha companheira
o silêncio me ensurdece
beirando a tristeza
                                   e a sonolência

Os sons da consciência
                                          me envolvem
como o barulho dos ponteiros
                                                        de um relógio

Roberto Queiroz

4 comentários:

Anônimo disse...

Linda postagem. parabéns pelas escolhas e bom gosto.

Analuka disse...

Caríssima Fada do Mar, tua sensibilidade aguçada faz com que consiga criar interessantes combinações entre as imagens e letras, a criação poética e pictórica!...como é o caso, de novo, nesta postagem, em que o estilo da pintora e do poeta afinam-se perfeitamente, formando uma sinfonia forte e vibrante de imagens, movimentos, sons e sensações!... Parabéns por tua arte, que é a de buscar e ofertar estes presentes para teus visitantes! Beijos pintados e alados!!!

Nícia Castro disse...

Uma linda semana!
Roberto Queiroz a sua poesia SILÊNCIO tem muita força e tem um toque melancólico. Gostei de seu estilo assim como amei a galeria de artes. E você Fada sempre escolhendo o melhor!!!
Grande beijo

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço ao artista plástico Chris Achilleos, mestre do desenho, das cores e do belo. Sua arte encantou e brilhou neste espaço, e ficará sempre na memória de todos os que aqui passaram.
Ao poeta Roberto Queiroz foi uma alegria postá-lo, pois sua sensibilidade especial despertou admiração e emocionou todos que leram suas poesias
Um agradecimento especial vai para todos aqueles que deixaram sua mensagem pessoal, para o artista e o poeta, enriquecendo este espaço que foi feito com carinho para você.
Abraços de Fada do Mar Suave.