Cesar Santos







DÌADE OU VAGALUMES

duo díade
múltiplo
dúvida.

há de pairar
um monte de vagalumes
quando houver luz à meia-noite.

muitos
tantos
que o poeta desiste
por vezes
da forma que o reduz
a 1`união de pontos
                                    (indefinidamente são pairagens vivas)
no abismo
prisma
de vários
desejos de eus.

( fragmentos de mim
em dança de mesclas
bebendo o sal de algumas lágrimas)


Ana Paula Perissé

2 comentários:

Anônimo disse...

Divinoooooo ...poemas belíssimooooossssss....quanta vida pulsante neste espaço....adoreiiiiii.....

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço a participação dos amigos nesta postagem! Agradeço a poeta Ana Paula Perissé que emocionou com sua poética intensa, inteligente e bela e ao artista Cesar Santos com sua arte deslumbrante que encanta a todos. Voltem sempre!!! Com muito amor da Fada do Mar Suave.