Cesar Santos






FILHO

tem uma estrelinha bebê
dentro do meu umbigo
sempre

( e quando tu me chegaste
nasci...)

vem
teus olhos faíscam
ternura ao pé do nosso
ipê
bota o pé na estrada
e ao passar
por esta rota de vida
vivíssima
com tons
cores e cheiros
de vôos

retorne
pleno
de
frutas
de manga e maracujá-paixão...

Ana Paula Perissé

2 comentários:

Anônimo disse...

Quanto encantamento!
Bia

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço a participação dos amigos nesta postagem! Agradeço a poeta Ana Paula Perissé que emocionou com sua poética intensa, inteligente e bela e ao artista Cesar Santos com sua arte deslumbrante que encanta a todos. Voltem sempre!!! Com muito amor da Fada do Mar Suave.