Nequitz Miguel



***


Ao Homem de Blusa Verde






e quem sabe um dia

vens a me dizer

que teu mar está vago

e que teus olhos

sem os meus

não ficam mais verdes...




(nuances de cinza)




que o blues ficou sem sabor

e que sem mim

há de ficar sem chão

nem portal

sem a vida das ondas

que batem à tua porta




e quem sabe um dia

vens a me buscar

rosado de paixão

vergonha de amar

tanto

porque tão longas são as horas

sem meu canto

dirigindo alta

a te perturbar

não mais vives




um dia.






Ana Paula Perissé


***

20 comentários:

kátia Marilda Catanezzi disse...

Deslumbrante! Mais um dia de grande emoção. Que arte! uau, estou pasma e boquiaberta com tal beleza. Uma perfeição, mesmo com a contradição entre as poéticas visuais e escritas.
Imgens singelas e as mais belas exitentes e a contradição posta tão bem nas escritas de Ana Paula Perissé, no realismo da cidade em que ambas artistas vivem.
Maravilhosas artistas e maravilhosa dedicação ao Rio de Janeiro fechado nos delírios musical de Tom Jobim.
Parabéns!!!

Raphael Jorge Corsi disse...

Que maravilha! Uma obra de arte luxuosa, elegante cheia de glamour. Esta conexão entre Paris e Rio de Janeiro é magnânimo. Nos leva a sonhar com este mundo belo e cheio de magias.
Quanto lirismo e emoções sua arte nos oferece. Sonhos a única saída para nossa sobrevivência, moradores deste Rio que insiste em ser bonito.
A poesia de Ana Paula Perissé dá o tom realístico desta cidade caótica onde confundimos estrelas com balas de fusíveis, canhões, como numa guerra triste onde o feio é muito feio e já não temos palavras para discernir esta parafernália gritante.
Mas, mesmo assim ela mostra em suas poesias, que sonha, que ama, quer ser amada, com desejos eróticos, sociais e românticos.
A música de Tom Jobim embalou este sonho de Ser ou Não Ser, eis a questão!
Parabéns, Fada! Assertivo e magistral esta postagem, você soube jogar com esta dualidade de forma reflexiva e poética.

Silvia Costa disse...

Fada Suave Amiga

Que lindooooooo. Maravilhoso como sempre amiga.
Perfeita sintonia com a mastria de poesia de Ana Paula Perissé

Parabéns!!!

Tania Rocha Paulino disse...

Fantástica esta artista postada neste espaço azul do mar. A forma, o colorido, o movimento destes trabalhos são de uma delicadeza ímpar, espiritual, lírica. Uma fantasia delirante de quem almeja um mundo melhor. Precisamos de saídas, precisamos de beleza. Parabéns Ana Paula Perissé, pelas poesias densas, realistas, cheias de suavidades e sensualidades e também um chamado a respeito de sua cidade. Uma grandiosidade esta fusão do belo/feio/sonhos/realidade/emoções/lágrimas e esperanças.

Maria Júlia Ceris disse...

Fada do Mar Suave

Um encantamento tomou minha alma ao deparar com estas obras de artes. Descobri um Rio de Janeiro inusitado, livre, feliz, musical, colorido como gostaria de ver nos noticiários midiáticos. As pinceladas de Nequitz Miguel, suavizou e desconstruiu a imagem dolorida que tenho deste estado brasileiro. Meu Deus, perante tanta beleza, pra que tanta desordem e mortes? Tem que levar artes para cabeças em formação, somente por ela e pela benção dela, este mundo possa transformar e romper com a doença social. Eu creio nisto.
Ana Paula, que beleza de poesia você trouxe desta vez, tão racional, dolorida de ver seu canto no cartão postal do mundo com esta face doente do mal. Mas a esperança vem doce nos prazeres do amor. Sua participação tem brilho.
Fada do Mar que nos proporciona encantos com este, só gratidão. Creio nos protosmutantes, agentes transformadores da sociedade, pessoas que saem na frente com a bandeira colorida da paz e amor. Ah! Fada, sou sua aluna, uma aprendiz da beleza da vida. Amo demais você, amiga.

Darcy Rosa Melo disse...

Fada do Mar

Seu Blog esta belo e de extremo bom gosto, tanto nas escolhas dos artistas, que são primorosas, quanto na formatação e elaboração deste espaço cultural. Aqui fico babando e a cada dia amando mais o mundo artístico. A arte de Nequitz Miguel e contagiante, sensível, doce, suave como a brisa de um mar calmo como o da Fada do Mar.
Sinto uma esperança avassaladora em suas telas, onde o ambiente é lírico, alegre e poético. Amei esta boêmia saudável que gostaria de vivenciar e que a realidade me impede, porém quero isto para mim e para quem virá. Parabéns Nequitz por sua grandiosidade como artista e como cativadora de almas e corações.
Ana Paula Perissé, adorei suas poesias, que mostram o sofrimentos de quem quer vivenciar uma cidade como a retratada pela Nequitz e como escritora tem que deparar com esta cruel realidade. São dois mundos se contrapondo, mostrando suas contradições e apenas uma linha sutil, quase transparente chamada esperança, que necessitamos para poder viver.
Um espetáculo foi esta postagem, Fada! Estou contemplando, pensando, perguntando a mim mesma, “o que será , que será...”
Nota 1000.

Fernando Vinícius disse...

Fada do Mar Suave

Um feriado maravilhoso para saudar quem pinta a vida. A arte de Nequitz Miguel é fascinante, as tonalidades coloridas, as nuances está além do imaginário. O espaço pictórico, lírico é profundamente elegante, espaços de convívios saudáveis, boêmios e belos. Uma doçura de poética visual. Acompanha belamente a força da poesia de Ana Paula Perissé, pela sua intensidade de sentimentos traça a realidade atual da metrópole com todas suas agruras. A música do Tom relaxa e traz o saudosismo visto na arte de Nequitz Miguel.
Parabéns, por mais esta tacada de mestre.

Analuka disse...

Caríssima amiga Fada do Mar, agradeço o convite para viajar pelo teu blog encantado, e partilhar, de novo, a magia da arte, em forma de pintura, música, poesia!... Tudo tão tocante, a suavidade e lirismo das imagens, onde também percebo forte dose de nostalgia, combinados à delicadeza e potência dos versos de Ana P. Perissé, tudo embalado por um fundo musical que se harmoniza muito à atmosfera construída e cultivada aqui! Deixo abraços, alados e encantados, pintados de amizade e ternura...

Ana Clara Couto/couto.anaclara@gmail.com disse...

Que obras divinas de Nequitz Miguel! Muito inteligente mostrar a beleza do Rio de forma tão bela, como ele poderia e deveria ser.
Telas simplesmente lindas, que nos deixam em um estado de espírito esperançoso e cheio de sonhos. O que fizeram com esta beleza, meu Deus! Quem são estes humanos que tentam destruir o verdadeiramente belo? Cadê os pais, para mostrar a singeleza da vida para seus filhos? Esperar de quem? Do Poder Público, é pobre demais, pois são filhos das trevas que nos representam. Poesias de Ana Paula, mostra o medo implícito desta terra. Ó Deus queremos a beleza que vimos nesta tela, que mexe conosco pela contradição que várias pessoas tão bem colocaram em seus comentários. Queremos a poesia de Ana, quando coloca os desejos femininos em seus versos e queremos amar ao som de Tom Jobim. Só isto!!! E parece impossível!
A arte cumprindo seu verdadeiro papel de mexer com todos os sentidos e nos fazer pensar e repensar.
Abraços cordiais

Nicolas disse...

Fada do Mar Suave cheia de surpresas agradáveis.
Entrar no seu mar azul é sair revigorado e cheio de sabedoria. Quantos artistas passamos a conhecer por meio de seu blog! Impressionante o seu potencial para pesquisar, olhar e observar o mundo artístico literário. Mais uma pérola rara mostrada por você nas artes plásticas. E mais uma vez podemos usufruir da poética de Ana Perissé. Que maravilha!
Sou feliz por tê-la conhecido neste mundo virtual e agradeço por partilhar de sua fina aparição. Continue com este poder mágico de nos atrair para este universo cheio de ensinametos.
Nicolau Santana

A dúvida da ovelha disse...

Amiga Fada do Mar

Que beleza, que alegria, uma felicidade imensa tomar contato com este espaço cultural. Conhecer Nequitz Miguel encheu-me de alumbramentos que arrebatou todo meu ser. Este colorido banhou-me em águas profundas, cristalinas com borbulhas cintilantes como se me revigorasse e trouxesse a vida.
O encantamento da poesia, que nos traz a reflexão sobre uma realidade de nossa cidade maravilhosa, perdida dentro de um vulcão jorrando labaredas de fogo a todos os lados e respingando em nossa alma como uma chama que queima e dói tanto que nos matam a esperança e só os sonhos nos libertam através da arte.
Contemplar seu Blog é um exercício para meus sentidos.
Só gratidão sempre.

Roberta disse...

Um blog de qualidade excelência. Raro e prazeroso. Penso que as escolhas artísticas são maravilhosas e bem pensadas. Isto difere da mesmice que vemos nestes espaços de poesias e artes, onde somos quase que obrigados a deixar mensagem sempre nas mesma pessoas. Aqui entro por puro prazer e delícias, e fico maravilhada com tanta beleza. Passei a me interessar a cada dia mais pela cultura poética, insentivada por um lugar como este.
Não conhecia Nequitz Miguel e estou extasiada com a beleza de seus quadros. A poesia e a música deram o tom como numa peça teatral.
Bacanérrimo, lírico e abençoado.
Beijos azuis.

Adriano Russo disse...

E realmente o trabalho é tão perfeito que sentimos a emoção e a nostalgia de uma Rio de Janeiro que queremos vivenciar.É sem dúvida uma grande artista. Agora a poesia de Ana Paula Perissé anda ao lado, com toda sensibilidade transfere para o papel suas vivencias e observações da cidade.
Duas grandes artistas e só quem ganha somos nós visitantes deste site.
Parabéns, Fada do Mar!

Pedro Paulo disse...

Magnânimo! Impressiona-me a perfeição desta arte de Nequitz Miguel. Sentimentos expressados claramentes, tal a perfeição deste mágico pincel. Parabéns a poesta Ana Perisse pela poética cheia de siginificados, realismos, e toca pela sensibilidade.

Adriana Corrêa disse...

Fada do Mar

Desfrutar desta riqueza cultural é uma das maravilhas de meu mundo. Você está de parabéns. Uma pessoa inteligente e culta como você nós prazer e contentamento.
Agora faço parte deste mundo azul, onde a Galeria de Arte é um deslumbre e as poesias são um delírio. Artistas sensíveis e de primeira grandeza. Que Deus a ilumine sempre.
Adriana Corrêa

Nícia Castro disse...

Esta sendo um imenso prazer navegar em seu site, onde está muito bem estruturado, elaborado e as escolhas dos artista são um primor. Gostaria de receber as atualizações por e-meial.
Fiquei emocionada com todas estas maravilhas postadas aqui. Artes e Poemas e Música são simplesmente divinos.
Agradeço por compartilhar conosco.
Nícia Castro

Anônimo disse...

Este espaço é um refúgio no meio de tantos desencontros. Parabéns a todos aqui envolvidos.

elisabete viotto garcia disse...

Tudo de muito bom gosto.
arte maravilhosa belos poemas você é maravilhosa. fada
Que bom que existe pessoas como você minha querida e linda amiga
Beijos com carinho de Bety viotto. obrigada por artes tão belas.

Fada do Mar Suave disse...

Nequitz Miguel

Foi maravilhoso entrar em contato com sua arte que é genial. Ficamos todos encantados com tanta preciosidade coloridas, delicadas, esperançosas. A cada movimento de seu pincel, nosso coração pulsa mais forte e nos instigam a querer mais e mais sorver de sua arte.
Agradeço de coração sua autorização para postar seu trabalho, que contribuiu muito para embelezar e enriquecer este espaço.


Ana Paula Perissé
Nós amamos, sua capacidade admirável de poetar a vida. Aos poucos vamos sorvemos deste alimento etéreo, que são seus escritos e vamos desvendando em cada palavra o seu jeito de ser e pensar este mundo. Ficamos contagiados com sua originalidade e sensibilidade em seus versos, versos de conhecedor da poesia em sua essência.


Agradeço a todos que aqui passaram e aqueles que se dispuseram a deixar seus depoimentos aos artistas. Voltem sempre, que tudo foi feito com carinho para você.
Com amor da Fada do Mar Suave.

Soluedh Gaspar disse...

Uma das artes mais lindas que já vi. O Rio de Janeiro esta deslumbrante nestas telas. Impressionou-me por demais.
As poesias mostra o Rio Real, o qual temos medo de visitar. Como brasileira, sinto demais isto, pois o Rio jamais esta´em nosso roteiro de viagem por conta da violência. A arte deixando espaços abertos para novas reflexões.
Parabéns Fada!