Nequitz Miguel








Cidade 3





o tempo que nos foge

num não-lugar

(aonde?)

em aceleração sempre crescente


neons e viventes

em busca de um afago

perdido,

perigo!

de desnaturalizar os simulacros

que nos cercam

apunhalar-se

à chegada irreal

ao fim do labirinto

ur-bando

caos osmótico

desterritorializador de singularidades




deixem que a rua

FALE

a rua GRITAR




( um sonho urbano que se faz em cada clarão real

de uma utopia diurna)






Ana Paula Perissé


3 comentários:

Alfredo Albino - Bueno Brandão - MG. disse...

Um olhar profundo sobre a cidade maravilhosa.
Uma arte cheia de graça e beleza, glamour, luxo, sonhos, fantasias de Nequitz Miguel se opõe com a poesia realista de Ana Paula Perissé, que por meio de seus versos nos levam a um mergulho neste mar de terror que esta cidade passa. Um mostrar os sentimentos de quem vive o dissabor e o medo de sair e voltar de suas casas; direitos que deveriam ser sagrados.
E a vontade e esperança de uma volta as imagens que a arte mostrou e que um dia foi real.
Esta página mexeu com nossas idiossincrasias e nos leva a reflexão sobre o ser humano que destróis coisas belas.
Sem mais palavras, agradeço por poder partilhar de momentos como este, de pura cultura.

Ivanira Peixoto disse...

Que maravilha de composição: Nequitz Miguel e Ana Paula Perissé
Sabe que depois que li tomei contato com esta arte, os meus olhos se perdem a
cada entardecer e em a cada anoitecer.
A sensibilidade para esta formatação, escolhas dos artistas, inclusive a música, só poderia vir de Você, Fada do Amar Querida!

Fada do Mar Suave disse...

Nequitz Miguel

Foi maravilhoso entrar em contato com sua arte que é genial. Ficamos todos encantados com tanta preciosidade coloridas, delicadas, esperançosas. A cada movimento de seu pincel, nosso coração pulsa mais forte e nos instigam a querer mais e mais sorver de sua arte.
Agradeço de coração sua autorização para postar seu trabalho, que contribuiu muito para embelezar e enriquecer este espaço.


Ana Paula Perissé
Nós amamos, sua capacidade admirável de poetar a vida. Aos poucos vamos sorvemos deste alimento etéreo, que são seus escritos e vamos desvendando em cada palavra o seu jeito de ser e pensar este mundo. Ficamos contagiados com sua originalidade e sensibilidade em seus versos, versos de conhecedor da poesia em sua essência.


Agradeço a todos que aqui passaram e aqueles que se dispuseram a deixar seus depoimentos aos artistas. Voltem sempre, que tudo foi feito com carinho para você.
Com amor da Fada do Mar Suave.