Bolek Budzyn

 

  

  

  

  

  

  

 
INVOCAÇÃO AO AMOR


Pedir-te a sensação
a água
o travo

aquele odor antigo
de uma parede
branca

Pedir-te da vertigem
a certeza
que tens nos olhos quando
me desejas

Pedir-te
sobre a mão
a boca inchada
um rasto de saliva
na garganta

pedir-te que me dispas
e me deites
de borco e os meus seios
na tua cara

Pedir-te que me olhes e me aceites
me percorras
me invadas
me pressintas

Pedir-te que me peças
que te queira
no separar das horas
sobre a língua

Meu ciúme
meu perfil
minha fome

meu sossego
minha paz
minha aventura

Meu sabor
minha avidez
saciedade

minha noite
minha angústia
meu costume


Maria Teresa Horta


2 comentários:

Batata disse...

Meu Deus, quanta beleza!!! Amei Maria Teresa Horta. Agradeço o brinde!!!

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço aos amantes da arte e poesia que admiram e visitam este espaço, e aqui deixam suas mensagens. Voltem que sempre terá mensagens que tocam almas e corações, e assim estarei estimulada a buscar o melhor do mundo dos sonhos e do belo, para vocês que são queridos e amados.
Beijos da Fada do Mar Suave.