Anne Bachelier







28 comentários:

Helena Castelli disse...

Passar por aqui me energiza e renova, com tanta beleza e aprendizado.

Deixo-te meu carinho.
Helena

Augusta Neri disse...

Recebi a atualização e vim correndo contemplar mais uma maravilhosa arte. Estou encantada com o surrealismo de Anne Bachelier. Que coisa mais interessante e linda! Quantos detalhes nestas obras de artes! A poesia me surpreendeu por ser tão atual o tema e pensar que foi escrito no século XV. Divino!!! Parabéns pelo primor deste grande trabalho!

Cida Gaiofatto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A dúvida da ovelha disse...

Fantástico!!! Surreal!!! Impressionante a magia e a loucura desta arte. Parabéns Anne Bachelier sua arte é além mundo, me leva a outras esferas e isto é ótimo.
A poeisa é bacanérrima e estou gostando muito de lê-las. O slide a música estão magnânimos.
Excelente!!!

Ana Gláucea disse...

Fantástico!!! Impressionante este post. Amei!!!

Crista disse...

Fadinha maravilhosa...
Música,poesia e pintura...tudo perfeito...como sempre!
Sabes que não sou letrada nas belezuras que aqui postas...sou admiradora e encantada com tudo que vejo...então,meus comentários são simplórios,de gente que gosta e pronto ou...se não gosta,não gosta...mas em mim sempre encontrarás a sinceridade nos comentários!
Essas pinturas me passam a suavidade das porcelanas de outros tempos...aquelas que a gente guardava para nossos filhos,netos...transmitem maciez...esquisita eu,não é?...rsrsrsrs...
Estou com meus cachinhos loiros dourados arrepiados,pois MOZÃO,nosso cachorrão,está internado e enquanto ele estiver longe de mim,não tenho sossego!
Beijo-te as palmas das tuas mãos e....teus pézinhos também...
\o/ uhuuuuuuuuuuuuuuuuu \o/

Ana Clara Couto disse...

Parabéns, Fada Suave por este mar de emoções. Grande criatividade, zelo e primor na confecção deste espaço. Anne Bachelier surpreende com a beleza diferente de sua obra de arte. A poesia fiquei pasma de ler, a música surreal é linda e o slide é demais. O conjunto da obra é excepcional.
Abraços de Ana Clara

Cida Gaiofatto disse...

Minha querida Fada,
profundamente emocionada com sua postagem...

Da metafísica do real, no mistério de Ser.
...Revelação e Desvelamento...


Na metafísica do real, Arte sonda o mistério,
onírico ser preso à garganta, sufocado Belo.
O que é isso, companheiro de sonhos????
Face a face se derrama abertura,
desolada em imagem e simbolismo,
consolada revelação,
desvelamento...do abismo.
No impacto do vermelho e inconsciente instante,
loucura, inibição da ação,
passageiro das perdidas ilusões.
Cria imaginação em sombreado fundo.
Toques de um piano de choro profundo,
valseia o universo da lua, melancólico mundo,
em graves olhares que sondam,
horizontes distantes, em busca do Eu Sou.
Original orfandade, anjos decaídos
de SI, Somos, Por que? Onde????
Míticas formas, sensíveis heróis descabidos
místicos, ensaiam voar, se libertar.
Voejantes viajantes de outras dimensões,
gritam sutil lucidez do feminino divino...
gestando no novo, a libertação.
Névoas escondem anseios de integração,
fonte longe...Por que? Onde????
O inefável, impronunciável não pode ser dito.
E a dança dos rostos que buscam
em cada desabamento os nós,
novo DNA, sustentável leveza a pesar
na alma das coisas que voam.
Amo os que ouço em presságio-canção
na forma de amor-verdade que brota,
da pedra filosofal...e na foz.
Preciso chorar...sacro desejo,
querer mais profundo...
Preciso chorar...na alma o tesouro que falta:
O que É em nós?

GaiÔ

Te abraço com carinho...Beijos.

Myriam Valentina disse...

Fada gosto de passar por aqui e me surpreender com teu bom gosto e sensibilidade. Parabéns..beijos

Cida Gaiofatto disse...

Minha querida Fada,
muito emocionada com sua ARTE...

Da metafísica do real, no mistério de Ser.
...Revelação e Desvelamento...


Na metafísica do real, Arte sonda o mistério,
onírico ser preso à garganta, sufocado Belo.
O que é isso, companheiro de sonhos????
Face a face se derrama abertura,
desolada em imagem e simbolismo,
consolada revelação,
desvelamento...do abismo.
No impacto do vermelho e inconsciente instante,
loucura, inibição da ação,
passageiro das perdidas ilusões.
Cria imaginação em sombreado fundo.
Toques de um piano de choro profundo,
valseia o dançarino da lua, melancólico mundo,
em graves olhares que sondam,
horizontes distantes, em busca do Eu Sou.
Original orfandade, anjos decaídos
de SI, Somos, Por que? Onde????
E eu vou...
Míticas formas, sensíveis heróis descabidos
místicos, ensaiam voar, se libertar.
Voejantes viajantes de outras dimensões,
gritam sutil lucidez do feminino divino...
gestando no novo, a libertação.
Névoas escondem anseios de integração,
fonte longe...Por que? Onde????
O inefável, impronunciável não pode ser dito.
E a dança dos rostos que buscam
em cada desabamento os nós,
novo DNA, sustentável leveza a pesar
na alma das coisas que voam.
Amo os que ouço em presságio-canção
na forma de amor-verdade que brota,
da pedra filosofal...e na foz.
Preciso chorar...sacro desejo,
querer mais profundo...
Preciso chorar...na alma o tesouro que falta:
O que É em nós?

GaiÔ

Te abraço com carinho. Beijos.

Nicolas disse...

Anne Bachelier transcendeu e foi além minhas expectativas. Não tenho nem palavras para dizer o que estou sentindo perante sua obra de arte. Só sei que estou admirado e até emocionado com a galeria e esta música pegou forte. Vou ficar por aqui algum tempo, tempo para assimilar toda esta experiência surreal. Impressionante e Gratificante, coisas de minha Fada.

Paulo Jorge Dumaresq disse...

Que máximo o post, Fada.
Não conhecia o trabalho surreal da Anne Bachelier.
Fantástico!!!
Os poemas da Louise Labé se integram perfeitamente às obras.
Parabéns pela sensibilidade e refinamento.
Forte abraço.

Paula Braga Mendes disse...

Maravilhoso seu blog! Obrigada pela atualização! Adentrar num mundo de sutilezas, poesias, encantamentos e pura magia é deixar a alma leve e sentir o vôo rumo à luz... Parabéns, sempre!

Angêla Lopes disse...

Belos poemas, lindas imagens, divina música, tudo num extremo bom gosto. Parabéns!!!

Manuela Casper Silvestre disse...

Os poemas de Louise Labé são intensos, fortes, ao mesmo tempo sensuais e pensar na época em que foram feitos deixa-me boquiaberta. A arte de Anne Bachelier é belíssima! Eu sou apaixonada por artes e ainda mais as surreais, então fico profundamente sensibilizada quando vejo um trabalho assim.

Fabíola Corsi Prado disse...

Poemas sensuais, cheio de vida, compondo com as mais belas e encantadoras imagens de Anne Bachelier. Estou amando este espaço, assim como amo o Amor em Vermelho... Belíssimos!
Um bog de alto nível!

REGGINA MOON disse...

Fada querida,

Bela postagem...hoje, dia de comemorarmos o Amor...tão falado em verso e prosa, paraos que o tem, dia de estar juntos, e aos que ainda o procuram, que um dia encontrem e possam comemorar o tal desejado Amor...

Grande beijo e grata pela visita!

Reggina Moon

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!(Vinícius de Moraes)

Lilás disse...

Parabéns! Volto sempre neste blog que a mim é necessário e adoro. Saio daqui revigorada e apaixonada. Lindo demais!

Anônimo disse...

Adorei este blog pela maravilhosa arte de Anne Bachelier e pelos poemas de Louise Labé , uma das poetisas amadas por Rainer Maria Rilke a par de Gaspara Stampa.Obrigada por este momento de poesia e arte.
Joana Ruas

Fernão Jr. disse...

Lindo, demasiadamente lindo! Quanta sensibilidade para unir artes e escolher com raro gosto talentos. Música, poeisia e a galeria artística é um obra de arte. Parabéns!

Ze Bento disse...

Amei, tudo, sempre estou dando uma olhada neste blog e sempre me surpreendo com os posts. Parabéns pelo trabalho magnânimo.

Sonia Schmorantz disse...

Lindo este post!
beijo, uma linda semana

Anônimo disse...

Maravilhoso e único! Parabéns.

REGGINA MOON disse...

Fada querida,

Hoje passando para dizer que retire em meu Blog os selinhos em destaque da semana...Blog Charme e do HEXA, para torcer pela seleção...rs

Beijos meus!!!!

Reggina Moon

Helena Castelli disse...

Hoje deu uma vontade infinita de ler sobre várias coisas... É engraçado que quando começo a ler parece que não sei mais parar... ler me acalma, me alegra, me faz sentir de tudo um pouco... então vim até aqui ler um pouco de ti, e deixar-te um abraço, minha Fada querida!

Débora Lia disse...

Estou amando este mar poético e lindo. Adorável surrealismo de Anne Bachelier e a galeria ficou encantada. A poesia de Louise Labé bateu forte e meu sangue pulsou pela beleza e profundidade de seus versos. O fundo musical é deveras belo e combinou com perfeição a página. Parabéns pelo talento de garimpar coisas boa e bacanas para nós visitantes.

Heloísa Mariano disse...

Perfeito e amei de coração este post. Parabéns!!!
Heloisa

Fada do Mar Suave disse...

Agradeço a artista Anne Bachelier que gentilmente autorizou a postagem de sua arte neste blog. Sua arte encantou a todos que por aqui passaram e foi uma alegria e uma honra tê-la neste espaço.
Também gostaria de agradecer todas as mensagens de carinho postadas aqui, pois fiquei imensamente feliz com sua visita.
Aos amigos que recebem as atualizações e que vem visitar o blog sejam bem-vindos, espero que gostem e voltem sempre.
Com amor da Fada do Mar Suave.