Jake Baddeley









Olhos de espelho


Aonde a chave da porta dos tesouros?
Em que poço, em que charco, em que mar?
Aonde a melodia que traz anjos e demônios?
Em que altar?...

Teu vulto torce-me o pensamento,
Pousa ao vento gotas de luar.
Teus cacos cravam-se no meu lombo,
Alternam náusea e frêmito à boca tonta.

A picada na carótida prenuncia ilusão.
O gênio se dissolve na eternidade dos instantes.
Olhos de espelho a refletir certo o impossível;
Sombra espiã, terrível, irresumível...

A chave da porta dos tesouros
Na sanha do meu peito chagado de luta.
A melodia acorda anjos e demônios
No teu olhar que tange ondas infinitas.


    Stella de Sanctis

11 comentários:

Kátia Torres disse...

As ondas, o vulto, o mar... inebriante... e os demônios!

Mas o luar vence o vento.

A melodia do olhar permanece.

Abraços,

Stella.

Também me fiz a pergunta.

Kátia,

de Adamantina.

Mirela Andressa disse...

Real e imaginário se casam de maneira perfeita nesta composição!!
As telas, a dimensão da poesia Olhos de Espelho, proporcionam um verdadeiro arrebatamento de traços, cores , palavras e sons!Parabéns, Jake Baddeley, Stella de Sanctis e Fada do Mar Suave!

Eclipse disse...

Aonde a chave da porta dos tesouros?...Como diz a poeta,está dentro de cada um de nós.Este é um dos meus poemas preferidos de Stella de Sanctis.Amei as telas.

Adriana disse...

Ah!Está difícil:não sei se almoço ou fico no blog da Fada."Olhos de Espelho" é de um lirismo profundo e as telas, então,um arrebatamento.
Estou amando tudo.

lsancta disse...

Poema de um gótico-lírico fantástico!Sem ser sorumbático,canta momentos negros pelos quais todos passamos e repete as perguntas pelas quais nos perdemos e nos encontramos.Lindo, Stella!
As telas arrepiam!

Milton disse...

O gênio se dissolve na eternidade dos instantes.
Olhos de espelho a refletir certo o impossível;
Sombra espiã, terrível, irresumível...
Muito lindo!!!

Paul disse...

Quem já não se fez estas mesmas perguntas?...Olhos de espelho, olhos de alma, alma espelhada!E a chave da porta dos tesouros dentro de cada ser!....Lindo e linda composição com telas primorosas.

Os Bufallo's MC disse...

Perguntas que,muitas vezes, ficam presas no âmago, nos provocam e salvam.Linda poesia,bárbara composição com as telas.

Vicente

Anapaula disse...

A chave da porta dos tesouros
Na sanha do meu peito chagado de luta.
A melodia acorda anjos e demônios
No teu olhar que tange ondas infinitas.


Lindo!

Lucilene Soares disse...

Bravíssimo! Encantada com tudo que leio e vejo por aqui!

Fada do Mar Suave disse...

Queridos amigos
Foi uma alegria imensa ler cada comentário aqui deixado prestigiando nossos artistas. É a participação de cada um de vocês que alimenta nossa alma e nos faz ir em frente, aprimorando cada vez mais nosso trabalho. Conto sempre com suas presenças e, por isto, sigo pesquisando para trazer o melhor na arte e na poesia.
Agradeço de coração a participação brilhante de Jake Baddeley na galeria e de Stella de Sanctis na poesia. Ambos trouxeram muita luz para este espaço e sei que todos os que tomaram contato com estes artistas saíram mais enriquecidos em suas vidas.
Desejo a todos um mundo colorido e poético. Com muito carinho da Fada do Mar Suave.