Kika Goldstein








CONFRÁRIOS!




Meus amigos escrevem poesias em pé.
Levantam humores rápidos,
Sentimentos dos mais rápidos
Aos mais meticulosos.





Meus amigos vivem poesias
Todos lêem poesias de outros poetas,
Dos mais requintados, exigentes,
Aos mais podres e imediatos.



Meus amigos escrevem poesias
E não se perdem na sinceridade,
Preocupam-se em não serem medíocres
E nem poeiras apodrecidas de livros.



Meus amigos escrevem poesias
E não poemas de pré-vestibulares,
Abanam a história dos homens
E se refrescam em frestas de peludas mulheres.



Meus amigos escrevem poesias,
Contemporâneas como são as revoluções.
Destilam-se na sensibilidade da luta,
E se abraçam, esperando o fim do dia.



Meus amigos escrevem poesias.
Chico César torce pelo Botafogo,
Guiberto Genestra bebe tertúlias,
A Mariana, que é safada, reza para Deus,
E eu sou parte de todos.



Por esta liberdade de serem poetas,
Escrever é o fuzil singelo
De mandar ao expurgo de Antártida
Os medíocres “escritores” de escrivaninha.
E para o inferno de ilhas sem águas,
Os lambe-sacos que escrevem
Para o nada
(E de anáguas)...




Éric Meireles de Andrade


4 comentários:

Capital da Poesia disse...

Olá Fada,
Quero agradecê-la pela exposição de meus poemas em seu blog...
Para mim, ver minha poesia navegando com a arte de Kika Goldstein e tantos outros artistas me inebria de felicidade, encantamento e carinho.
O que mais me gratifica é saber que a arte contemporânea tem um espaço virtual que alia com muita propriedade as várias linguagens artísticas - Música, artes plásticas, poesia, fotografia num só "espaço" e momento.
Garantir qualidade, conexão, variedade de obras, intercâmbio, respeito, coerência e beleza num mesmo blog não é fácil! São poucos com tamanha sagacidade, competência e suavidade...
Comprova a todos que a arte contemporânea está se constituindo numa boa safra, preocupada em dar melhor de si, descobrir lirismos nas esquinas da urbe e nos sorrisos das vivências, cavucar cores e expressões, estampar o hoje como expressão de gozo e também de olhares críticos, ao mundo e a nós mesmos...
Parabéns também pela distribuição de meus poemas, da exposição de meus singelos versos, repletos de rimas e ritmos livres, buscando valorizar as figuras de linguagem...
São crias minhas, paridas em canetas e teclas febris, gozadas e amalgmadas pelas metáforas e numa vontade imensa de escrever poeticamente sobre o mundo da natureza e dos homens e mulheres...
Viva a arte contemporânea!!!!
Beijos e saudações poéticas
Éric Meireles de Andrade

Analuka disse...

Caríssima amiga Fada do Mar! Como sempre, teu espaço repleto de delícias para brindar teus visitantes! Cá estou, me deleitando com as pinturas da Kika e os poemas, magníficos, do Éric! Agradeço mais uma vez por nos proporcionar sempre a oportunidade destas felizes e prazerosas descobertas, viagens pelos universos simbólicos e imaginários, reais e surreais, destes artistas de alma alada! ABraços e beijos azuis.

José Mauricio Gerda disse...

Maravilhoso este espaço e estou surpreso com o bom nível das poesias, mensagens e a galeria de artes. Grande poeta e artista, estão de parabéns pela magnitude de seus trabalhos
A atualização do Blog é dinâmica com grande variedade de movimentos artísticos que torna instigantes e inspirador.
José Mauricio Gerda

Fada do Mar Suave disse...

Kika Goldstein

Agradeço sua amizade, sua confiança em autorizar a postagem de sua obra de arte. Sua presença tão gentil e simpática com nosso blog, permitiu nossos visitantes fruírem sua arte e se emocionarem com ela. Trouxe um brilho intenso para este espaço, que é feito com todo o carinho visando levar o Belo para nossos amigos.

A você, Éric Meireles de Andrade, agradeço a parceria neste canto poético e amigo. Sua poesia a todos encantam e desde já está convidado a novas jornadas para a alegria dos amantes da poesia.

Nossa gratidão a todos que nos prestigiaram, aos que deixaram suas mensagens que tanto nos enriquecem, e esperamos contar sempre com seu apoio e prestigio aos nossos artistas e poetas.
Com muito carinho da Fada do Mar Suave.